Uns com tanto…

Enquanto Governo cata centavos, o TJ presenteia servidores

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) mostrou que, enquanto uns têm “pouco”, outros tem tanto que podem presentear servidores.

De um lado, o governador Mauro Mendes (DEM) anunciou que precisou poupar “cada centavo” para conseguir honrar o pagamento do 13º salário dos servidores na sexta-feira.

Já do lado do Poder Judiciário, a crise financeira nem passa na porta. Primeiro foi o desembargador Orlando Perri dizendo que a instituição não precisaria de “incremento” no repasse do governo para dar conta da nova alíquota da previdência. 

Representando o Judiciário no Conselho do MT Prev, Perri disse que as finanças estão controladas e que o impacto da mudança não vai ser grande. 

Agora, na segunda-feira (16), o presidente do Poder Judiciário, desembargador Carlos Alberto da Rocha, autorizou um aumento no auxílio-alimentação dos servidores, exclusivamente para o mês de dezembro. Ou seja, um agrado de Natal. E esse “mimo” vai custar nada menos que R$ 5 milhões.

Quem vê nem lembra que o TJ começou o ano anunciando estudos para fechamentos de Comarcas

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPrefeitos vão propor medidas para o Brasil cortar gastos e evitar extinguir municípios
Próximo artigoVereadores “pecam” na elaboração de projetos e rejeição chega a 30%