Unimed oferece curso gratuito e online de cuidador de idosos

Atividades práticas foram convertidas para o meio digital e o curso ganhou um tópico especial sobre o novo coronavírus

(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A Central Nacional Unimed está oferecendo gratuitamente 2 mil vagas para o curso online profissionalizante para cuidadores de idosos.

Voltado para quem já desempenha a função ou tem interesse nela, o curso já existia no formato presencial há seis anos e, há dois, passou a ter parte das aulas teóricas online. Com a pandemia no novo coronavírus, foi adaptado 100% para o ensino à distância.

A taxa de empregabilidade é de 70% após a formação e o curso está disponível no portal da Faculdade Unimed. Os interessados já podem se inscrever e dar início às aulas.

Enquanto presencial, o curso contemplava apenas 34 cidades. Agora, com o formato online, está disponível para todo o território nacional, basta ter acesso à internet.

Com 19 módulos, o curso tem carga horária de 81 horas, sendo 60 horas de teoria, 1 hora de cuidados com a covid-19.

As 20 horas de atividades práticas foram adaptadas para vídeos didáticos, em que é possível aprender como manipular o idoso com limitações de movimento de forma segura e adequada.

A grade do curso aborda temas como alimentação; incapacidade cognitiva e comunicativa; medicamentos; higiene; cuidados paliativos; primeiros socorros e sinais de alerta.

Ao fim da formação, o aluno recebe um certificado de conclusão, qualificando-o para o mercado de trabalho.

O cuidador de idosos é um profissional cada vez mais necessário, já que a população está envelhecendo depressa. Desde sua criação, o Curso de Cuidadores formou mais de 2,4 mil alunos”, afirma Alexandre Ruschi, presidente da Central Nacional Unimed.

Podem se inscrever pessoas com mais de 18 anos e com ensino médio completo. O curso é gratuito. As inscrições já estão disponíveis, basta acessar: http://www.centralnacionalunimed.com.br/web/cnu/unimedativa

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVídeo | “Cadê o meu auxílio emergencial?”, diz Bolsonaro ao ser atendido na Caixa
Próximo artigoBazar da primeira-dama é sucesso de público e venda; todas as 8 mil peças foram compradas