Unicef pede a prefeitos e prefeitas que priorizem a reabertura segura das escolas

Em carta aberta, instituição cita experiência de países que já reabriram as escolas e não tiveram aumento das infecções

(Foto: Freepik)

Em carta aberta a todos os prefeitos e prefeitas dos municípios brasileiros, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) pediu prioridade na reabertura segura das escolas em 2021. Segundo a instituição, milhões de crianças perderam o vínculo com a escola durante a pandemia. A situação pode impactar uma geração inteira.

No documento, assinado representante do Unicef no Brasil, Florence Bauer, a instituição aponta a força do impacto que o longo tempo de fechamento tem atingido as crianças e adolescentes. A carta cita a aprendizagem, a saúde mental e a proteção desse público.

“As escolas desempenham um papel primordial na vida de meninas, meninos e suas famílias. Elas proveem, primeiramente, uma educação essencial para que crianças e adolescentes desenvolvam o seu pleno potencial, exerçam a cidadania e se preparem para o mundo do trabalho”, diz trecho da carta.

O Unicef também cita a experiência de países em que as escolas já estão abertas e não houve aumento das infecções.

“Por tudo isso, dizemos: as escolas devem ser as últimas a fechar e as primeiras a reabrir em qualquer emergência ou crise humanitária. É fundamental empreender todos os esforços necessários para que as escolas de educação básica reabram no início deste ano escolar, em segurança. É um momento-chave que não podemos deixar passar”.

A orientação aos municípios brasileiros é que a reabertura seja adaptada à situação local, incluindo o sistema híbrido ou rodízio de estudantes em pequenos grupos, por exemplo.

O Unicef disponibilizou, no site da instituição, protocolos e orientações para a reabertura segura das escolas.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSalário dos servidores estaduais será pago nesta sexta (29)
Próximo artigo5,5 milhões de alunos estavam sem atividades escolares em outubro