Um mês depois de abrir loja em Cuiabá, Saraiva pede recuperação

Maior rede de livrarias do País renta dificuldades financeiras e já fechou quase 20 lojas

A Livraria Saraiva deu iniciou nesta sexta-feira (23) ao seu processo de recuperação judicial. A rede de varejo líder em venda de livros no País já havia fechado quase 20 lojas em todo território nacional. Exatamente um mês antes de pedir recuperação judicial, o grupo havia aberto uma unidade no shopping Estação Cuiabá.

A primeira unidade da Saraiva em Mato Grosso abriu no dia 23 de outubro no Shopping Estação Cuiabá, mas ao contrário das grandes lojas nas demais capitais do país, a primeira unidade em Mato Grosso é menor e segue um novo modelo do grupo, que pretende cortar gastos.

Com dívida de R$ 674 milhões, a companhia é a segunda grande empresa do setor, em pouco mais de um mês, a pedir proteção da Justiça para reestruturar débitos e tentar seguir em operação. A primeira foi a Livraria Cultura, que não possui loja em Mato Grosso.

No pedido feito à Justiça, a Saraiva lembrou que vem tentando reestruturar o próprio negócio e que deve abandonar o seguimento de tecnologia que é pouco rentável para a empresa. O processo que está sendo tocado em conjunto com a consultoria Galeazzi & Associados.

Recentemente, a companhia encerrou as atividades de 19 pontos de venda, sendo oito lojas tradicionais e oito unidades iTown, que vendiam produtos de tecnologia da marca Apple. Nesse processo, cortou 700 funcionários.

Apesar do inicio do processo de recuperação judicial, não é possível afirmar se o processo vai afetar o não a jovem loja cuiabana que com apenas um mês de vida enfrenta o desafio de sobreviver a situação nacional da empresa.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPrefeitura entrega revitalização de área de lazer na Chácara dos Pinheiros
Próximo artigoVídeo mostra o momento em que procuradora bate em caminhão e atropela gari