Um cargo na faixa, outro na urna

Fábio Garcia era pré-candidato à reeleição, mas decidiu ser suplente na disputa ao Senado

A definição do deputado federal Fábio Garcia (DEM) como primeiro suplente na chapa de Jayme Campos (DEM) ao Senado foi tão de última hora que o partido sequer teve tempo de retirar a faixa com sua propaganda rumo à reeleição do Ginásio Dom Aquino, onde é realizada a convenção do partido neste sábado (04).

Presidente do DEM em Mato Grosso, Fábio Garcia era tido como candidato em potencial a uma das oito vagas disponíveis na Câmara Federal. No início da noite da última sexta-feira (03), por sua vez, veio a surpresa: o deputado havia desistido de concorrer à reeleição.

Com isso, o partido resolveu lançar o professor Adriano Silva à Câmara Federal. Suplente de deputado estadual, Adriano é da região de Cáceres e ex-reitor da Universidade de Mato Grosso (Unemat). Assim como Fábio Garcia e Mauro Mendes, pré-candidato ao Governo do Estado, o ex-reitor é um dos dissidentes do PSB que migrou para o DEM.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDefesa civil alerta para baixa umidade do ar e tempo seco na Capital
Próximo artigoMEC garante que pagamento de bolsas do Capes não será suspenso