UFMT retoma aulas virtualmente no dia 10 de agosto

Universidade tanto dará continuidade a cursos já em andamento quanto iniciará o primeiro semestre de 2020, com prioridade para aulas teóricas

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) vai retomar as aulas no dia 10 de agosto, com disciplinas online. Os modelos de ministrar as aulas serão decididos pelos colegiados dos cursos, que poderão declinar da oferta virtual das aulas. 

A decisão foi tomada em reunião, nessa quarta-feira (8), do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe). As aulas vão até o dia 16 de dezembro e serão contadas como aplicação da grade. 

“Os colegiados podem definir por aulas paralelas em que se aplica o conteúdo que seria dado em sala, se estivéssemos em um período normal, ou poderá optar pelo tipo modelar, em que somente algumas matérias, as teóricas, serão dadas”, disse a pró-reitora de ensino em graduaçãoLisiane Pereira de Jesus. 

Conforme a gestora, a frequência de aulas também será definida pela administração de cada curso. A quantidade de dias por semana dependerá do que for decido sobre o conteúdo a ser aplicado no semestre. 

Também ficará a cargo deles decidir serão haverá aulas ao vivo, com alunos e professores online ao mesmo tempo, ou gravadas, para ficar disponível na rede da universidade. 

“Todos os cursos poderão voltar. Aqueles que têm atividades práticas, que podem ser aplicadas remotamente – caso das ciências humanas com licenciatura – não terão prejuízo. Para outros com parte prática, as aulas teóricas poderão ser adiantadas e depois se dá a parte prática”, explicou. 

Prioridade pela teoria 

A pró-reitora disse ainda que os cursos deverão dar prioridade às disciplinas do final do curso, que estão mais voltadas para desenvolvimento teórico. 

Os alunos na reta final do curso com pendência na grade, por exemplo, poderão concluir os estudos da graduação em dezembro. E aqueles que precisam defender o trabalho de conclusão de curso (TCC) terão agenda virtual, conforme o andamento das atividades. 

As aulas na UFMT estão suspensas desde o início da pandemia, em março. Na época, a instituição estava em recesso por conta da conclusão do ano letivo de 2019. Os alunos que iniciariam o curso nesse período, vão passar às atividades também em agosto. 

A pró-reitora informou que a quantidade de dias de aulas será reduzida, mas os cursos ficam com a obrigação de cumprir a carga/horário estabelecida pelo Ministério da Educação (MEC). 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJuiz prorroga quarentena por mais 7 dias em Cuiabá e VG
Próximo artigoVida de cão: serviço de petdrive ganha força na pandemia

O LIVRE ADS