|sábado, 21 abril 2018

Ufa!

COMPARTILHE COMPARTILHE

O procurador-geral do Estado, Rogério Gallo, demonstrou alívio com a assinatura do termo de ajustamento de conduta entre governo e Ministério Público, que flexibilizou os prazos para o Estado regularizar o Parque Estadual Serra de Ricardo Franco. “Era uma espada de R$ 100 mil por dia sobre a cabeça do secretário”, disse, referindo-se à multa prevista na ação judicial, que acabou suspensa com o acordo. “Os prazos eram inexequíveis”, acrescentou, em entrevista à Rádio CBN.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

DESTAQUES

Comerciante reage a assalto, tira arma de bandido, mata um e fere outro

Terceira mulher é estuprada próximo à Unemat de Sinop

Clarice Lispector e irmã escreviam manuais para “amansar” empregadas, relembra pesquisadora da UFMT

Família pede doação de sangue para o músico Bolinha

Juiz autoriza confisco de bens em cobertura dos Malouf por receio de calote

X