TSE cassa mandato de deputado por propagar fake news

O delegado Franceschini é apoiador do presidente Bolsonaro e deputado estadual pelo Paraná

(Foto: Reprodução ALPR)

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu cassar do delegado e deputado estadual do Paraná Fernando Francischini (PSL). Ele foi acusado de espalhar fake news durante a disputa de 2018.

O Supremo Tribunal Federal julgou nesta quinta-feira (28) os processos relacionados com divulgação de notícias falsas.

De acordo com o TSE, o delegado usou suas redes sociais para dizer que as urnas eletrônicas haviam sido adulteradas para impedir que Jair Bolsonaro conquistasse a presidência da República.

LEIA TAMBÉM

O que diz Fernando Francischini?

O parlamentar afirma que suas publicações são opiniões pessoais e que a decisão do TSE fere as liberdades individuais. Ele antecipou também que vai recorrer da decisão.

“Lamento demais essa decisão que afeta mandatos conquistados pela vontade do eleitor. Agora, reassumo meu cargo de delegado na Polícia Federal, mas não vou desistir. Nós vamos recorrer e reverter essa decisão”, disse o deputado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCineasta quer um terceiro filme para a franquia Duna
Próximo artigoCtrl + C / Ctrl + V