Trump e Putin conversam por telefone sobre situação da Venezuela

(JIM LO SCALZO/EFE/Direitos Reservados)

Os presidentes dos Estados Unidos, Donald Trump, e da Rússia, Vladimir Putin, conversaram, hoje (3), por telefone, sobre a situação da Venezuela. Os mandatários também trataram de temas ligados à Ucrânia, Coreia do Norte e a um possível acordo de controle de armas atômicas envolvendo a China.

Segundo a secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders, Trump disse ao homólogo russo que “os Estados Unidos estão com o povo da Venezuela”.

Em sua conta pessoal no Twitter, Trump classificou a conversa como “muito produtiva”. “Tive uma boa e longa conversa com o presidente Putin. Como eu sempre disse, muito antes da caça às bruxas começar, se dar bem com a Rússia, com a China e com todos é algo bom, e não algo ruim”, escreveu Trump, referindo-se a outro dos temas abordados durante o telefonema, as suspeitas de uma possível interferência da Rússia na eleição presidencial norte-americana, em 2016, vencida pelo republicano.

Já o Kremlin, em nota, informou que Putin e Trump também trataram das relações comerciais bilaterais e eventual cooperação econômica. Sobre a Venezuela, o presidente russo ressaltou que só os venezuelanos têm o direito de determinar o futuro de seu país e que qualquer interferência externa com vistas a mudar o governo local é prejudicial às perspectivas de uma solução política da crise.

Putin ainda informou Trump sobre a reunião que teve com o líder norte-coreano Kim Jong-un, em Vladivostok, em abril.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGuaidó tenta convencer militares da legalidade de transição política
Próximo artigo“Eu tenho peito, eu faço”, diz Emanuel ao prometer licitação até o dia 15