Troca de provocações

Aproximação do PSL ao governo de Mato Grosso já serve de galhofa sobre a posição de deputados na Assembleia Legislativa

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

A aproximação do PSL (Partido Social Liberal) ao governo de Mauro Mendes já rendeu provocação entre deputados estaduais na Assembleia Legislativa. Hoje (9), o deputado Wilson Santos (PSDB) deu as “boas-vindas” ao colega Ulysses Moraes (PSL) à base do governo. 

Ulysses é dos parlamentares que se diz independente e não perde as chances de embate. Na última delas, ele entrou em confronto com o secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, sobre a distribuição de vacinas. Haveria divergência nos números da secretaria. 

“Você vai obedecer a decisão do partido ou vai deixar o partido?”, perguntou Wilson, durante sessão na AL. 

Ulysses respondeu que continuará na mesma posição e “agora até penso em sair candidato ao governo”, disse. 

Dois acontecimentos mostraram, nas últimas semanas, o “aconchego” ao PSL. A nomeação do presidente da sigla, Aécio Rodrigues, para cargo em Brasília, e a filiação do ex-senador Cidinho, apoiador de Mendes, ao partido. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJustiça cassa prefeito de Campo Novo do Parecis por abuso de poder
Próximo artigoCaso Isabele: STJ pede informações para julgar pedido de liberdade de menor