Trincheira da Jurumirim está interditada. Veja as rotas alternativas

Para quem segue sentido Avenida Fernando Correa, o trajeto será mais longo, mas há opções

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre )

Hoje (9) é o primeiro dia de interdição na trincheira da Jurumirim e a Prefeitura de Cuiabá divulgou rotas alternativas para os motoristas. Caminhos que devem ser utilizados pelos  próximos 7 meses, tempo estimado para a conclusão das obras no local.

Conforme a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), os trajetos oferecidos são “alternativos” e não “desvios obrigatórios”, tendo em vista que as vias laterais da trincheira, chamadas de marginais, estarão liberadas.

Mas é bom alertar óbvio: como a parte inferior da trincheira, chamada de “mergulho”, será totalmente fechada, o trânsito será mais intenso no local.

LEIA TAMBÉM

Veja as rotas alternativas

Para quem seguir pela Miguel Sutil sentido Avenida do CPA (Rubens de Mendonça), o caminho será mais curto (traçado rosa no mapa abaixo).

Será preciso sair da Miguel Sutil na Rua Boa Vista, que passa por dentro do bairro Jardim Leblon.

Já quem faz o caminho contrário, sentido Avenida Fernando Corrêa (traçado azul no mapa abaixo), precisará de mais “disposição” para fugir do trânsito.

A saída será bem próxima ao início da interdição da trincheira, pela Rua Esmeralda. O motorista vai ter que passar pelos bairros Baú e Lixeira se quiser pegar o trajeto preparado pelo governo.

Segundo a Prefeitura de Cuiabá, as ruas da rota alternativa foram revitalizadas. Pelo mapa, no entanto, é possível ver que há outras opções.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPolícia cumpre quatro mandados em MT contra exploração sexual infantil na internet
Próximo artigoGoverno de MT diz que Copa América não irá piorar a pandemia