Seis pessoas são presas jogando “santinhos” na porta de locais de votação em VG

Os santinhos eram dos candidatos Selma Arruda, Nilson Leitão, Pedro Taques, Jair Bolsonaro, Toninho de Souza, Ícaro Reveles, Carlos Fávaro, Mauro Mendes e Jayme Campos

A madrugada deste domingo (07), dia de eleição, começou com seis pessoas sendo presas ao serem flagradas jogando santinhos na porta de dois locais de votação em Várzea Grande, a Escola Estadual Pedro Gardes e a Escola Estadual Emanuel Pinheiro.

[featured_paragraph]A primeira prisão aconteceu às 00h10. Uma equipe da Polícia Militar foi acionada para encaminhar um jovem de 20 anos para a delegacia, depois dele ter sido encontrado na porta da Escola Pedro Gardes, no Centro de Várzea Grande, jogando santinhos na rua.[/featured_paragraph]

Ele estava em uma Biz 125 de cor vinho e foi entregue na Central de Flagrantes de Várzea Grande. No boletim não consta quais eram os candidatos dos santinhos espalhados pelo jovem, apenas diz que ele estava com uma bolsa cheia de materiais políticos.

Pouco depois, às 01h55, um veículo Uno de cor branca foi flagrado cometendo a mesma infração em frente à Escola Estadual Emanuel Pinheiro, localizada na Avenida Dom Orlando Chaves, no bairro de mesmo nome.

No carro estavam dois homens, de 31 e 43 anos. Assim que viram outro veículo, os dois tentaram fugir. Era um carro à paisana, utilizado justamente para flagrar este tipo de delito.

O carro do “serviço reservado”, nome dado à equipe que está trabalhando em ocorrências ligadas à eleição, não conseguiu seguir o Uno, mas acionou outra equipe da Polícia Militar, informando a placa e a direção que o veículo havia seguido.

O Uno foi encontrado na Avenida Dr. Paraná, no mesmo bairro, próximo ao portão da Univag. Dentro dele foram encontrados diversos materiais de campanha lacrados e também soltos.

Conforme o boletim de ocorrência, os santinhos que estavam sendo jogados eram dos candidatos Samir (não consta sobrenome), Selma Arruda (PSL), Nilson Leitão (PSDB), Pedro Taques (PSDB) e Jair Bolsonaro (PSL).

Os dois homens que estavam no carro foram encaminhados para a Central de flagrantes de Várzea Grande.

Às 02 horas, outro carro, dessa vez um Gol, foi encontrado em frente à Escola Estadual Pedro Gardes arremessando santinhos para fora do veículo.

Segundo o boletim de ocorrência, havia três pessoas no carro, uma mulher de 44 anos e dois homens de 22 e 47 anos. Os santinhos que eles estavam jogando eram dos candidatos Toninho de Souza (PSD), Ícaro Reveles (PSB), Carlos Fávaro (PSD), Mauro Mendes (DEM) e Jayme Campos (DEM).

Os suspeitos andaram por mais alguns metros antes de obedecerem às ordens da polícia e pararem. Perguntados, eles disseram que tinham recebido dinheiro para distribuir os panfletos e que pegaram os materiais no Bairro Morada do Ouro, em Cuiabá, com um homem conhecido como “Chaveirinho”.

No carro foram encontradas 16 sacolas com materiais de campanha política. Os três foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Várzea Grande.

Os três casos em frente às escolas foram registrados como “divulgação no dia da eleição de propaganda de boca de urna ou arregimentação de eleitor”. A multa para esse tipo de crime pode chegar a R$ 30 mil.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMauro Mendes vota e diz estar confiante na vitória em 1º turno
Próximo artigoJulio Campos e a vitória dos Democratas