Três municípios de MT escolhem novos prefeitos em eleições suplementares

Cerca de 9,7 mil pessoas foram às urnas nesse domingo (1º), em votação tranquila, sete meses após a eleição principal

(Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

Três municípios em Mato Grosso elegeram novos prefeitos nesse domingo (1º). Os escolhidos em 2020 foram cassados dos cargos por irregularidades perante a Justiça Eleitoral. Foi dia votação em Acorizal, Matupá e Torixoréu. 

Cerca de 9,7 mil eleitores foram às urnas nas três cidades e as eleições foram tranquilas, com baixo número de ocorrência policial e controle dos eleitores pelas medidas de biossegurança, conforme o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT). 

Os prefeitos eleitos devem seguir no mandato até o final de 2024. 

Acorizal 

Diego Ewerton Figueiredo Taques (PSD) foi eleito prefeito em Acorizal (67 km de Cuiabá) em chapa com Wbiracy Barreira Sousa Santos Vilela como vice. Eles receberam 2.758 votos. 

O segundo colocado Benancy Lemes da Silva (DEM) teve 2.253 votos. Conforme o TRE-MT, 5.102 eleitores (83%) compareceram para votar. Houve 28 votos em branco e 63 nulos. 

Em 2020, tinha sido eleito para o cargo Meraldo Sá ( (PSD), mas o registro de candidatura dele foi indeferido porque os direitos políticos estão suspensos, devido a condenação de improbidade administrativa. 

Matupá 

Bruno Santos Mena (DEM) foi eleito com 4.460 votos em chapa com Celso Luiz Sorgatto como vice-prefeito, em Matupá (720 km de Cuiabá). A quantidade de votos recebidos por eles representou 55,5% dos votantes. 

A segunda colocada, Marinilde Bernardi Dall Acquia (MDB), recebeu 2.612 votos. 

Conforme o TRE-MT, 8.260 eleitores registraram voto (74%). Houve 99 votos em branco e 136 nulos.  

A Justiça Eleitoral realizou nova eleição no município porque o vencedor de 2020, Fernando Zafonato (DEM), teve o diploma cassado por causa de condenação por improbidade administrativa. 

Torixoréu 

Thiago Timo Oliveira (PSB) e José Wilton foram eleitos, respectivamente, como prefeito e vice-prefeito em Torixoréu (577 km de Cuiabá). A chapa recebeu 1.489 votos. 

A chapa de Jonnes Aurélio Franco Saggin para prefeito e Raimundo Ferreira da Silva, vice-prefeito, ficou em segundo lugar.  

O Tribunal Regional Eleitoral informou que 2.747 eleitores (83%) compareceram para votar. Onze votaram em branco e 33 anularam o registro. 

A então vencedora da eleição de 2020, Inês Moraes Mesquita Coelho (DEM), teve seu registro de candidatura indeferido. Ela participou da concorrência com o registro indeferido com recurso.  

Inês é esposa do ex-prefeito da cidade, Odoni Mesquita, que esteve no cargo de 2013 a 2016. Em 2016, ela foi eleita e em 2020, buscou a reeleição. O indeferimento foi aprovado com base na legislação que veda mais de dois mandatos seguidos do mesmo grupo familiar.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCriança de três anos é vítima de estupro na casa da babá em Várzea Grande
Próximo artigoMinistério da Justiça autoriza retorno gradual de visitas presenciais a presos