TRE vai pagar horas-extras aos servidores de cartórios eleitorais

Presidente da Corte Eleitoral diz que carga excessiva de trabalho autoriza pagamentos no período de 7 de janeiro a 12 de fevereiro

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Por unanimidade, o pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Mato Grosso autorizou o pagamento de horas-extras pelo período de 27 dias em 2021 para os servidores dos cartórios eleitorais que irão auxiliar os magistrados no julgamento das contas dos candidatos que disputaram a eleição de 2020.

A decisão foi dada durante sessão plenária realizada nesta quinta-feira (17). Não foi informado qual será o valor das despesas para cobrir o pagamento das horas extras.

No dia 12 de fevereiro de 2021, se encerra o prazo da Justiça Eleitoral para julgar as contas dos candidatos a prefeito e vereador nas eleições municipais de 2020. Em Mato Grosso, serão julgadas as contas.

Por isso, para justificar o pagamento de horas extras, o presidente do TRE, desembargador Gilberto Giraldelli, disse que após o recesso, os servidores dos cartórios eleitorais deverão realizar serviço extraordinário no período de 7 a janeiro a 12 de fevereiro para cumprimento dos prazos eleitorais relativos a prestação de contas dos candidatos.

“Haverá uma carga enorme de trabalho nas Zonas Eleitorais. São muitos documentos e naturalmente esses servidores terão que se desdobrar neste período para honrar toda a carga de trabalho”, disse o magistrado.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPrevisão de alta médica
Próximo artigoApós ter moto apreendida, homem vai até o pátio da PM e a pega de volta