TRE-MT rejeita pedido para plesbicito sobre o VLT em Cuiabá

Pleno acatou por unanimidade parecer do Ministério Público Eleitoral que considera o município incompetente para ação

Ednilson Aguiar/ O Livre

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) negou o pedido da Câmara de Cuiabá para realizar um plesbicito para a escolha entre BRT e VLT como novo modal de transporte coletivo.

O pleno rejeitou à unanimidade, nesta quinta-feira (23), o projeto legislativo. 

O presidente do tribunal, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, seguiu o parecer do Ministério Público Eleitoral, que considerou a Câmara incompetente para realizar a consulta pública.  

Ele disse ainda em seu voto que o Governo de Mato Grosso já recebeu autorização para transfererir o empréstimo da Caixa Econômica Federal (CEF) para financiar a obra do BRT. O dinheiro, inicialmente, havia sido destinado ao VLT. 

Além disso, o Conselho Intermunicipal da Baixada Cuiabana também já deferiu a troca. 

A rejeição representa nova derrota ao prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), que vem tentando barrar a troca de modal desde o fim do ano passado, quando o governador Mauro Mendes (DEM) anunciou a escolha pelo BRT. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMenina de Ouro
Próximo artigoMulher registra boletim após Samu recusar socorro enquanto ela passava mal