TRE nega pedidos de adversários e autoriza candidatura de Pedro Taques à reeleição

O TRE julgou improcedente a impugnação protocolada pelas coligações de Mauro Mendes e Wellington Fagundes

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Por unanimidade, o pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) julgou improcedente as impugnações protocoladas pelas coligações “Pra mudar Mato Grosso” e “A força da união”, dos candidatos ao Governo do Estado Mauro Mendes (DEM) e Wellington Fagundes (PR), respectivamente, e deferiu o pedido de registro de candidatura do governador Pedro Taques (PSDB), que busca à reeleição.

Para embasar os pedidos, as duas coligações utilizaram o argumento de que houve fraude na ata que alterou a chapa de Taques nas eleições de 2010, quando disputou o cargo de senador e, com base nisso, pediram que sua candidatura fosse barrada pela Justiça Eleitoral.

Os advogados de Mauro Mendes afirmaram que não é possível que o governador não soubesse da fraude, e que alegar isso é “escalafobético” e “cegueira deliberada”. Os de Wellington Fagundes também sustentaram que ele está inelegível, pois a fraude na ata “afetou a normalidade das eleições e a legitimidade do mandato”.

O juiz-relator Ulisses Rabaneda dos Santos, por sua vez, ressaltou em seu voto que a Ação de Impugnação de Mandato Eletivo foi julgada improcedente em relação ao tucano e que não há o que se falar em inelegibilidade do tucano.

Isso porque, embora tenha entendido que a ata foi fraudada, a Justiça Eleitoral cassou apenas o mandato de José Medeiros (Pode), que se tornou titular da cadeira no Senado com a renúncia de Taques para assumir o Executivo Estadual. A decisão, inclusive, contrariou o entendimento do próprio Rabaneda, também relator daquela ação, que votou pela punição de toda a chapa.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorChuva cai em Cuiabá e bombeiros pedem atenção devido a pista escorregadia
Próximo artigoConfira a agenda deste sábado dos candidatos ao governo de MT