TRE condena governador por uso promocional do Pró-Família e aplica multa

O programa prevê o benefício mensal de R$ 100 para famílias que se enquadrem nos requisitos

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O Plano do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) condenou, em julgamento na tarde desta sexta-feira (31), o governador e candidato à reeleição, Pedro Taques (PSDB), por uso promocional do programa Pró-Família e determinou o pagamento de multa de R$ 5 mil.

O programa, de autoria do Poder Executivo, foi instituído em Mato Grosso no ano passado e prevê o benefício mensal de R$ 100 para famílias que se enquadrem nos requisitos pré-estabelecidos.

Em decisão liminar, o  juiz Ulisses Rabaneda já havia determinado a remoção de publicações dos perfis do governador nas redes sociais e proibido novas postagem “sob qualquer pretexto”. Ao proferir seu voto nesta sexta-feira, o relator ressaltou que não se trata de censura. “A vedação está na Lei”.

representação por conduta vedada a agentes públicos em período eleitoral foi proposta pela coligação “Pra mudar Mato Grosso”, do candidato ao Governo do Estado pela oposição Mauro Mendes (DEM).

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorConfira a agenda deste sábado dos candidatos ao governo
Próximo artigoPresidente do PSDB classifica como “factoides” motivos para rompimento e chama Selma de “traidora”