Transporte coletivo: estações Bispo e Ipiranga passam por reforma em Cuiabá

MTU vai gerenciar os serviços após conclusão das obras

(Foto: Luiz Alves)

As estações Bispo e Ipiranga, localizadas na região central de Cuiabá, estão passando por uma ampla reforma e, ao final da obra, a administração dos dois locais será repassada à Associação Matogrossense dos Transportadores Urbanos (MTU), por meio de assinatura de um Termo de Responsabilidade.

A estação Alencastro, na avenida Getúlio Vargas, já foi reformada e já está sob responsabilidade da MTU, que agora, tem que manter a qualidade dos serviços e presevação do local.

A previsão é a de que até o final de semana a obra da estação Ipiranga seja concluída. Já a estação Bispo será entregue na primeira quinzena de fevereiro.

A Semob passará a atuar como órgão fiscalizador e regulador das três estações na região central.

“Estas duas estações já poderiam estar prontas, mas, devido às chuvas, os serviços estão sendo interrompidos constantemente. E enfrentamos outro problema: os roubos de fiações que constantemente estão ocorrendo nas duas estações que estão sendo reformadas”, comentou o secretário de Mobilidade Urbana (Semob), Juares Samaniego.

Para os usuários do transporte público que fazem o uso da estação Ipiranga, a Semob colocou uma tenda nas proximidades do local para atender os usuários neste período de obra. Já a Estação Bispo, será fechada temporariamente em breve. No loca, também será colocada uma tenda.

Em média, conforme a Semob, diariamente passam pela Alencastro, cerca de 25 a 28 mil usuários do transporte coletivo. Já na Bispo são cerca de 25 mil pessoas. Na Estação Ipiranga são 15 mil usuários do transporte coletivo.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMP pede esclarecimento de secretaria sobre direcionamento de concurso
Próximo artigoSanto Irineu de Lyon é declarado Doutor da Igreja