Traficantes aproveitam que investigador foi jantar e fogem da delegacia

Cidade só conta com efetivo de dois investigadores, que intercalam plantões e, assim, delegacia acabou ficando sozinha

Foto: Reprodução

Três detentos, que haviam sido presos por tráfico de drogas, fugiram da delegacia de Taborã (700 km de Cuiabá) no fim da noite dessa quinta-feira (20).

O efetivo da cidade é formado somente por dois investigadores, que intercalam o plantão. Dessa forma, apenas um investigador fica na delegacia a cada plantão.

Nessa quinta-feira (20), por volta das 23h30, o investigador plantonista foi até sua casa para comer e tomar banho e retornou às 00h15 da sexta-feira (21).

Durante esses 45 minutos, os detentos que estavam na delegacia – dois homens de 18 e 30 anos e uma mulher de 21 anos, que haviam sido presos há poucos dias – ficaram sozinhos.

Quando voltou, o investigador notou que tudo estava visualmente comum, as portas das celas estavam aparentemente fechadas, assim como todas as outras da delegacia.

Às 7h30, porém, quando ele foi realizar a checagem dos presos e os chamou pelo nome, não teve retorno. Ele foi até o fim do corredor e, ao chegar na frente da cela, viu que estava faltando uma barra na parte inferior.

Na outra cela, a da mulher, viu que o cadeado estava estourado e colocado de volta como se nada tivesse acontecido.

Ele olhou todo o prédio e viu que a porta do depósito de materiais apreendidos também estava arrombada e apenas encostada para enganá-lo, assim como a do corredor central, que dá acesso à cozinha e aos fundos da delegacia.

Ele abriu a porta e viu que na parte estava do pátio do fundo, no cantor do muro, havia um bebedouro velho encostado, por onde, provavelmente, os presos fugiram, pulando o muro.

O policial acredita que algum comparsa aproveitou o momento de saída dele e levou uma serra para que os detentos serrassem a cela e, depois, arrebentassem o cadeado da outra cela. Livres, eles invadiram o depósito de materiais e saíram pela porta dos fundos da delegacia.

Diante do ocorrido, o investigador entrou em contato com o delegado responsável, com os colegas de delegacia e com a Polícia Militar e informou sobre o ocorrido.

Os policiais descobriram, ainda, que, antes de fugir, os suspeitos furtaram R$ 2.430,90 que estavam apreendidos na delegacia por causa da prisão dos três por tráfico, além de alguns objetos, como duas facas.

Nova prisão

Rapidamente, porém, os policiais conseguiram informações de para onde os fugitivos estavam indo: para a cidade de Juara (695 km de Cuiabá).

A Polícia Civil de Juara foi informada e passou a auxiliar a de Tababorã. Eles tiveram informações sobre o paradeiro dos suspeitos e uma equipe foi encaminhada para o local.

Os três acabaram detidos novamente. O dono da casa em que os três estavam se escondendo também acabou preso.

Eles foram encaminhados para a delegacia novamente.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJovem é preso em aeroporto por estuprar a própria irmã de oito anos
Próximo artigoPrefeitura libera eventos a partir de segunda (24) em Cuiabá; saiba quais são as regras