Trabalhar ou descansar no Carnaval? Data festiva não será considerada feriado

Comércio de Cuiabá poderá manter as portas abertas sem precisar pagar hora extra, segundo a CDL

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Alguns trabalhadores já estão contando com os dias de folga durante o Carnaval para descanso ou lazer. Em compensação, outros podem ter que trabalhar. Segundo a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), o comércio de Cuiabá poderá abrir as portas normalmente, sem precisar pagar hora extra aos funcionários.

A data – 25 de fevereiro, uma terça-feira – é considerada feriado no calendário das leis do trabalho. Entretanto, cabe aos lojistas a decisão de abrir as portas ou não.

As normas também valem para a Quarta-feira de Cinzas (26).

“Nossa orientação é para que cada segmento faça uma avaliação interna, se haverá saldo positivo na abertura de suas lojas nesses dias de festa”, informa o superintendente da CDL, Fábio Granja.

As opiniões de quem tem que trabalhar no comércio, porém, ainda são divergentes.

Para Marineusa dos Santos, 52, o movimento nas ruas não deve compensar o trabalho. Ela vende cachorro-quente no Calçadão da Galdino Pimentel.

“O povo vai estar de ressaca. Quem abrir, não vai ter lucro”, ela garante.

Juliana Miranda é gerente de uma loja no centro de Cuiabá (Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Por outro lado, Juliana Miranda, gerente de uma loja que vende artigos para festa, prevê a abertura. Segundo ela, pelo menos neste setor, a época é boa. A previsão é de um aumento de 20% nas vendas.

“Sempre aumentamos as vendas nessa época. É bom descansar, mas vamos estar aqui trabalhando”, ela diz, explicando que a loja funcionará em regime de escala.

Nesta loja, os trabalhadores não receberão hora extra, mas serão recompensados com folgas.

No centro de Cuiabá, comerciantes ainda não têm consenso sobre abrir ou não as portas (Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Confira o que abre e fecha

Bancos não funcionarão na segunda (24) e terça-feira (25). A federação que regulamenta a atividade ainda deve emitir uma recomendação quanto ao horário de funcionamento na Quarta-feira de Cinzas.

– Nas repartições públicas estaduais, não haverá expediente nos dias 24 e 25. Os servidores voltam ao trabalho no dia 26 às 13h.

– No município, as regras são as mesmas das repartições estaduais. O expediente, porém, volta às 14h do dia 26.

– Serviços públicos essenciais, como de segurança pública, saúde e transporte coletivo devem funcionar, no mínimo, em regime de escala.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorA troco de nada: MP pede condenação de policiais que tentaram matar casal
Próximo artigoCavalaria da PM tem um novo membro e você pode escolher o nome dele

O LIVRE ADS