Trabalhando com energia

Energisa MT fixa salário de administradores em R$ 14 milhões anuais

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Os acionistas da Energisa Mato Grosso aprovaram, durante assembleia geral realizada nesta quinta-feira (26), a remuneração anual dos administradores para o exercício de 2018 no montante de até R$ 14,4 milhões. Conforme ata da assembleia, a distribuição dos valores ficará a cargo do Conselho de Administração.

De acordo com dados do Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Energisa MT pagava até o fim de 2017, aos seis membros do conselho de administração, um total de R$ 1,1 milhão. A menor remuneração mensal entre os administradores é de R$ 36,7 mil e, a maior, R$ 129,1 mil.

Outra mudança no estatuto da empresa foi em relação ao número de diretores estatutários, que saltou de sete para oito pessoas. Os diretores recebiam até 31 de dezembro de 2017 um total de 7.063.493,41 mensais. Deste total, a maior remuneração era de 1.471.230,90 e a menor era de 153.257,60.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorInstituto dos Cegos de Mato Grosso recebe Bíblia em braile
Próximo artigoTRF1 determina ampliação da terra indígena Menkü, em Mato Grosso