TJ nega liminar para autorizar RGA a analistas do Judiciário

Categoria reivindica pagamento imediato. Ação no STF patrocinada pelo Estado pede inconstitucionalidade de lei estadual

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

O Tribunal de Justiça negou no dia 29 de março pedido de liminar à Associação dos Analistas Judiciários do Poder Judiciário do Estado (Anajud) para conceder a RGA (Revisão Geral Anual) na ordem de 4,48% aos servidores do poder Judiciário de Mato Grosso.

A decisão do desembargador Sebastião de Moraes Filho foi publicada nesta sexta-feira (16) no Diário da Justiça. O mérito do mandado de segurança ainda será julgado pelo Órgão Especial, composto pelos 13 desembargadores mais antigos.

A associação ingressou com mandado de segurança coletivo arrolando como autoridades coatoras a direção do Tribunal de Justiça pela decisão administrativa de não conceder, até o momento, a reposição inflacionária aos analistas judiciários e outras categorias de servidores do poder.

A pedido do governador Mauro Mendes (DEM), a Procuradoria Geral do Estado (PGE) questiona no Supremo Tribunal Federal (STF) a constitucionalidade de uma lei aprovada pela Assembleia Legislativa que autorizou o pagamento da RGA aos servidores do Judiciário na ordem de 4,48%.

A ação foi distribuída ao ministro Marco Aurélio de Mello que encaminhará o tema ao plenário para julgamento.

Na ação, a Procuradoria Geral do Estado (PGE) afirma que o governador expediu ofício aos dirigentes dos demais poderes e órgãos autônomos de Mato Grosso onde afirmou que o estado pode ser obrigado a devolver mais de R$ 1,3 bilhão repassados pela União por força da lei que estabeleceu o Programa Federativo de Enfrentamento à Covid-19, a qual, como contrapartida aos valores repassados aos estados e municípios, proibiu a realização de qualquer reajuste, adequação ou aumento remuneratório aos servidores públicos.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPrefeitura fecha UPA por cinco dias após tentativa de roubo de gerador
Próximo artigoEscavação em rodovia de SP revela fragmentos de dinossauro