Tiroteio no Bar do Baixinho deixa dois feridos e um morto em Jaciara

Clientes estavam no estabelecimento jogando baralho quando foram surpreendidos por dois homens armados

Foto: Forquilhinha Notícias

Um rapaz de 18 anos morreu na madrugada desta quarta-feira (18) após ter sido atingido por três tiros na cabeça e um na região do pescoço. Ele estava bebendo com os amigos no Bar do Baixinho que fica no centro de Jaciara (distante 162 km de Cuiabá), quando o crime aconteceu. Além dele, outras duas pessoas ficaram feridas.

O caso aconteceu por volta das 21h20, quando dois homens chegaram no estabelecimentos em uma motocicleta, pararam na porta e começaram os disparos. Segundo contou o dono do bar à Polícia Militar, as vítimas estavam sentadas jogando baralho quando o crime aconteceu.

[featured_paragraph]Logo quando os disparos começaram, o proprietário se escondeu atrás do balcão. Identificado como Regio Fostino Leite, de 35 anos, a primeira vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) com um tiro na cabeça e um na virilha. Ele foi levado desacordado para o Hospital Regional de Rondonópolis.[/featured_paragraph]

A segunda vítima, identificada como Everton Henrique de Oliveira, de 18 anos, foi encontrada com três perfurações na cabeça e uma no tórax. Ele morreu no local.

Os militares também localizaram uma terceira vítima, identificada como Davi Carvalho da Silva, de 24 anos, que havia fugido do estabelecimento. Ele contou que saiu do bar logo que os bandidos começaram a atirar, mas acabou atingido na panturrilha direita. O Samu também o encaminhou para Rondonópolis

O crime, segundo registrou a polícia, ainda não tem uma motivação esclarecida e, até o momento, ninguém foi identificado. No entanto, será investigado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorForagidos, “Dr. Bumbum” e a mãe têm pedido de HC negado no Rio
Próximo artigoJayme Campos reverte na Justiça acusação de propaganda antecipada no Facebook