Theatro Fúria desata “morais” em espetáculos no Sesc Arsenal

Por dois dias, o palco do Teatro Arsenal é deles! Os espetáculos “O Pirata & Deus” e “Tramando Esopo” serão encenados nos dias 24 e 25, respectivamente

(Foto: Chico Alves)

Consolidando o retorno aos palcos e celebrando as mais de duas décadas de estrada, o Theatro Fúria encenas as novas peças do repertório, durante todo o mês de maio. Nesta sexta e sábado (24 e 25), o grupo leva ao palco do Teatro do Sesc Arsenal, em Cuiabá, os espetáculos “O Pirata & Deus” e “Tramando Esopo”, respectivamente. As apresentações ocorrem às 20 horas, com ingressos a R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada). Antes, circularam por vários espaços da capital e interior.

Ambas as peças, se enveredam por temas existencialistas, trazendo novas perspectivas da crítica às convenções morais.

O Pirata & Deus

Um capitão pirata navega cruel e impune graças à inocência de seu irmão gêmeo siamês. Mas com a chegada do Dr. Z, esta situação se camba: ele agora pode separar o inocente do culpado. Quem poderá safar o capitão pirata e mantê-lo na impunidade?. Com este enredo, ‘O Pirata & Deus’ trata da ganância de poder, através das circunstâncias que se passam nas relações interpessoais de dois irmãos gêmeos siameses, duas almas em um mesmo corpo.

“Na filosofia do direito, é imoral se punir um irmão gêmeo siamês inocente para se punir o outro que é culpado. Apoiando-se neste cabeço um irmão se torna capitão pirata explicitamente culpado e faz do seu irmão, explicitamente inocente. E assim navega cruel e impunemente por muitos anos. Sua cabeça está a prêmio, mas é inútil capturá-lo”, explica a sinopse.

O espetáculo foi vencedor do Festival Nacional de Teatro do Piauí pelo melhor espetáculo, ator, atriz e figurino. A classificação indicativa é de 12 anos e a peça tem duração de 40 minutos.

Foto: Pedro Ivo

Tramando Esopo

‘Tramando Esopo’ é um espetáculo de narração de histórias que utiliza a técnica de manipulação de objetos para releituras das fábulas – histórias com moral – de Esopo, “o escravo sábio”, considerado o pai do gênero literário. No intervalo de uma história para outra, Péricles e Carol reorganizam a cena, tirando objetos usados e colocando novos para ilustrar.

Esopo é um escritor da Grécia Antiga, autor de famosas fábulas como a da Cigarra e a Formiga e a Tartaruga e a Lebre. Conforme o Theatro Fúria, foram selecionadas aquelas que tratam de perseverança, lealdade, autoconfiança e opinião pública. No entanto, os dramaturgos excluem as “lições de moral” para que o público possa chegar às suas próprias conclusões.

O espetáculo tem classificação livre.

Circulando

No início do mês, além de levar “Gaia”, peça de teatro lambe-lambe ao interior do Estado na caravana “Sesc na Estrada”, Carolina Argenta e Péricles Anarcos mostraram sua nova “Furiosa Machina Historiadora” na programação dos 300 anos de Cuiabá. Além destes, levaram a performance “A Justiça Dos Poderes A Mim Conferidos” à Praça da Mandioca, Centro Histórico da capital. “Tramando Esopo” também foi exibida no Festival “Solte Seu Grito”, em Poconé.

Serviço

O Pirata&Deus – 24 de maio (sexta-feira)
Tramando Esopo – 25 de maio (sábado)

LOCAL: Teatro do Sesc Arsenal
INGRESSOS: R$ 20 (inteira) R$ 10 (meia-entrada) e R$ 7,50 comerciários
HORÁRIO: 20h britânicas

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPapa denuncia “agruras e desafios diários” dos católicos na China
Próximo artigoConcurso vai premiar melhores cervejas artesanais; inscrições abertas