“Teoria do conflito”

O deputado estadual Allan Kardec contou que decidiu sair do PT antes que o desgaste interno chegasse ao mesmo ponto que chegou com a ex-senadora Serys Slhessarenko (hoje no PRB), que entrou em crise com o grupo de Carlos Abicalil por causa da vaga de candidata ao Senado nas eleições de 2010 e quase foi expulsa da sigla.

“Fazer a disputa dentro do partido desgasta mais que fazer a disputa na sociedade. É um dos erros e também a marca do partido. O PT tem a gestão ampla e democrática, mas é forjado na teoria do conflito”, definiu Kardec.

O parlamentar disse que vai se filiar ao PSB. Kardec descartou o PV por ser aliado ao governo Pedro Taques (PSDB), e desistiu do PDT pela chance de a sigla se coligar com o DEM para apoiar a eventual candidatura de Mauro Mendes ao Palácio Paiaguás.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAo vivo, direto da PCE
Próximo artigoCuiabá enfrenta Dom Bosco pelo Estadual nesta quarta-feira