TCE rejeita VLT

Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro teve nova derrota na briga sobre BRT e VLT com Governo de Mato Grosso

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

Mais um pedido de paralisação do projeto do BRT, feito pelo prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), foi rejeitado por órgãos fiscalizadores. O Tribunal de Contas do Estado (TCE) indeferiu uma representação externa da prefeitura, protocolada com argumento de  supostas falhas. 

O município alegava que o projeto lançado pelo governo do Estado não teria estudos complementares básicos, como licenciamento ambiental e de contratação do modal, o que caberia paralisar o trâmite executivo. 

O conselheiro Valter Albano, responsável pela análise do recurso, disse que o projeto do governo demonstra maior viabilidade econômica para BRT. Segundo ele, a conclusão do VLT demanda mais custo de obra e para colocar o veículo em operação do que a implantação do BRT. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDesinfecção na Câmara
Próximo artigoVolta às aulas: 24 Estados preparam retorno às escolas em agosto