TCE realiza levantamento para ajudar prefeituras a aumentar arrecadação com IPTU

TCE vai realizar levantamento para avaliar quais cidades de Mato Grosso possuem Planta Genérica

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Para aumentar a arrecadação dos municípios, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) está realizando um levantamento para avaliar quais cidades de Mato Grosso possuem Planta Genérica, estudo necessário para calcular o valor venal de imóveis para cobrança do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). “Sabemos que existe uma dificuldade política de cobrar, mas é necessário”, alertou o secretário de Controle Externo de Receita e Governo do TCE, Joel Pino.

O Tribunal de Contas realizou um levantamento em 2017 em 25 municípios, do qual apontou que seis realizaram a cobrança do imposto sem ao menos contar com a Planta Genérica. Para este ano vai ser realizado levantamento em outras 106 cidades de Mato Grosso.

Joel Pino ainda faz um alerta. “Aqueles gestores que não atuam de forma a melhorar a receita própria podem não mais serem beneficiados com transferências voluntárias”.

Ele também destaca que a atualização inflacionária da Planta Genérica deve ser realizada uma vez por ano em municípios com mais de 50 mil habitantes e uma vez a cada dois anos naqueles que possuem menos de 50 mil habitantes.

Com relação à revisão da planta genérica de valores dos municípios, visando a adequação do valor venal ao valor de mercado dos imóveis, os gestores de cidades com mais de 20 mil habitantes devem fazer a revisão de quatro em quatro anos e com menos pode ocorrer a cada oito anos.

O secretário destaca que a recém-criada Secex de Receita e Governo do TCE está se especializando para orientar os gestores e, por isso, todo o corpo de auditores tem participado de eventos que envolvem os mais diversos setores da economia regional. 

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCineSesc exibe documentários sobre direitos trabalhistas e filmes infantis neste fim de semana
Próximo artigoDepósito do Inclusão Literária é incendiado novamente e Clóvis Matos pede ajuda

O LIVRE ADS