TCE determina que Rondonópolis faça licitação do transporte coletivo

Contrato foi encerrado em 2014 e, desde então, empresa continua atuando de forma precária

Por determinação do Tribunal de Contas do Estado (TCE), o município de Rondonópolis (225 km ao Sul de Cuiabá) deverá realizar em três meses uma licitação para concessão do transporte público.

O prazo, no entanto, só começa a contar a partir de 1º de junho de 2021. O teor da decisão foi publicado no Diário de Contas na sexta-feira (29).

A licitação do transporte coletivo de Rondonópolis se arrasta há anos.

Em 2014, o contrato com a empresa Cidade de Pedra venceu após 10 anos de concessão. Mesmo assim, a empresa seguiu prestando serviços de transporte público no município.

Em 2016, uma primeira licitação foi feita com a intenção de realizar a concessão do transporte, porém não houve interessados.

No edital de licitação que ainda será lançado deverá constar a exigência de frota 100% equipada com elevadores para cadeirantes e pessoas com deficiência (PCDs), bem como 20% da frota equipada com ar-condicionado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTribunal de Contas cobra auditoria e PADs na Câmara de Cuiabá
Próximo artigoCarne em alta: preços só vão parar de subir no final de março