TCE dá 24h para a Sesp explicar denúncias de fraudes em concurso público

Órgão quer acesso a documentos e à atualização das investigações sobre irregularidades que levaram quatro candidatos à prisão

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

O Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE) notificou a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) a esclarecer, em 24h, as denúncias de fraude e irregularidades no concurso das forças de segurança, realizado no fim de semana. 

O órgão quer acesso a informações, documentos e uma manifestação sobre os supostos casos de falhas, com atualização do andamento da investigação.  

A notificação, assinada pelo conselheiro Guilherme Maluf, foi encaminhada na tarde dessa quinta-feira (24) ao secretário Alexandre Bustamante. O documento também foi enviado ao procurador-geral do Ministério Público, José Antônio Borges. 

Três Promotorias de Justiça da Cuiabá investigam mais de 100 denúncias que chegaram na Ouvidoria do Ministério Público sobre supostas irregularidades no concurso público. 

Três deputados estaduais também se manifestaram pela anulação da seletiva por causa de denúncias. Na segunda-feira (21), quatro pessoas foram presas em Cáceres (220 km de Cuiabá) como suspeitas de participar de fraudes da prova realizada um dia antes. 

O volume de reclamações levou o Estado a suspender a homologação do concurso até que as informações sejam esclarecidas. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorO caso Kyle Behm e discriminação algorítmica na seleção ao emprego
Próximo artigoMais alimento, mais emprego e mais renda