Tarifa social de R$ 2,05 no transporte público de Cuiabá passa a valer – confira as datas

Ao todo, são 12 datas comemorativas em que os usuários do transporte terão desconto na tarifa

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A tarifa social do transporte coletivo de Cuiabá já está valendo e poderá ser usada em ao menos 12 datas comemorativas. A publicação do decreto n 7.764/19 foi feita no dia 30 de dezembro, no Diário Oficial.

Conforme a Prefeitura, a Secretaria de Mobilidade Urbana é a Pasta responsável por monitorar a aplicação da tarifa.

O benefício determina a redução de 50% no valor da tarifa de ônibus durante os feriados municipais. Isso significa que ao invés de pagar R$ 4,10 (valor atual) nesses dias determinados, o usuário do transporte pagará R$ 2,05.

O objetivo da tarifa é democratizar o deslocamento na Capital e o acesso a locais de lazer, cultura e entretenimento em datas comemorativas.

“Queremos que o cuiabano desfrute de sua terra em seu tempo livre e o papel da Prefeitura é dar esse incentivo”, comentou o secretário de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo.

Abaixo, confira as datas em que a tarifa social estará vigente:

08 de abril (quarta-feira), Fundação de Cuiabá – Feriado Municipal;
10 de abril (sexta-feira), Paixão de Cristo – Feriado Nacional;
1º de maio (sexta-feira), Dia do Trabalho – Feriado Nacional;
10 de maio (domingo), Dia das Mães – Feriado Nacional;
11 de junho (quinta-feira), Cospus Christi – Feriado Nacional;
09 de agosto (domingo), Dia dos Pais; Feriado Nacional;
07 de setembro (segunda-feira), Dia da Independência do Brasil – Feriado Nacional;
12 de outubro (segunda-feira), Dia de Nossa Senhora Aparecida – Feriado Nacional;
28 de outubro (quarta-feira), Dia do Servidor Público;
02 de novembro (segunda-feira), Dia de Finados – Feriado Nacional;
15 de novembro (domingo), Dia da Proclamação da República – Feriado Nacional;
25 de dezembro (quinta-feira), Natal – Feriado Nacional

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPrazo para médias empresas migrarem para eSocial é prorrogado
Próximo artigoBolsonaro: reforma administrativa vai contemplar “números e pessoas”