Taques descarta exonerar Fávaro e encerra disputa pela Sema

O governador Pedro Taques (PSDB) resolveu acabar com a disputa entre PSD e PSB pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), e afirmou que a pasta continuará sob o comando de Cárlos Fávaro (PSD) enquanto o vice-governador quiser. Ele descartou exonerar o vice, que ocupar o cargo de secretário interinamente desde março de 2016.

“Todos os secretários são demissíveis a qualquer momento. Na Sema, o secretário é o vice-governador. Eu não quero que ele saia de lá. É minha posição. Ele decide o momento que ele vai sair, porque ele está fazendo um trabalho excepcional”, declarou Taques, que elogiou o trabalho do vice durante entrevista coletiva neste sábado (28/01), na Caravana da Transformação, em Jaciara (140 km de Cuiabá).

Fávaro, que já foi presidente da Associação de Produtores de Soja e Milho (Aprosoja), comanda a Sema interinamente há 10 meses, desde que a promotora de Justiça Ana Luiza Peterlini teve que deixar o cargo, em março de 2016, para cumprir a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que proíbe membros do Ministério Público de ocupar cargos no Poder Executivo. Agora, a pasta é objeto de desejo do PSB. Por outro lado, o PSD não quer abrir mão do espaço conquistado.

Taques deixou claro que a Sema não faz parte da cota do PSD, mas sim do vice-governador, e ainda defendeu maior participação do partido no governo. “Fávaro está na Sema não porque é presidente do PSD, mas porque está fazendo um bom trabalho e é vice-governador. Nós tivemos 833 mil votos. Quem quiser demitir secretário meu tem que ter mais voto que eu”, declarou.

Questionado sobre o espaço do PSD, porém, Taques não quis comentar a escolha do ex-vereador  por Cuiabá Domingos Sávio (PSD) para assumir a Secretaria de Ciência e Tecnologia (Secitec), no lugar da professora Luzia Helena Trovo. Porém, as informações de bastidores são que a nomeação pode ocorrer ainda esta semana.

O ex-vereador se reuniu com Taques há alguns dias, mas o governador não revelou o conteúdo da conversa. “Dominguinhos é meu amigo há muito tempo. Na campanha de 2014, ele coordenou os vereadores do interior”, desconversou. 

 

*A repórter Laíse Lucatelli viajou a Jaciara a convite do Gcom

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJuíza suspende ordem de Trump de restringir imigrantes
Próximo artigoPrazo para inscrição no Sisu termina hoje

O LIVRE ADS