Suspeitos confessam ter matado Dom Philips e Bruno Araújo

Os dois teriam sido assassinados no último dia 5 e foram desovados em uma vala rasa

(Foto: reprodução)

Os irmãos Oseney da Costa de Oliveira e Amarildo da Costa Oliveira teriam confessado ter matado o jornalista Dom Philips e o indianista Bruno Pereira. De acordo com uma reportagem da TV Band, nesta quarta-feira (15), os criminosos assumiram a autoria do crime.

A Polícia Federal fará uma entrevista coletiva nesta tarde para detalhar o caso.

Crime bárbaro

Osoney foi preso ontem e confessou que ele e seu irmão mataram Dom Philips e Bruno Pereira no último dia 5.

Segundo o criminoso, Dom e Bruno foram rendidos e levados para uma vala, onde foram mortos com o disparo de uma arma de fogo.

Os dois, em seguida, tiveram os corpos esquartejados e incendiados.

Confirmação da morte

Ainda ontem, a esposa do jornalista britânico confirmou que a Polícia Federal teria encontrado o corpo dos dois.

Entretanto, a Polícia Federal não confirmou se os corpos eram mesmo dos desaparecidos.

LEIA TAMBÉM

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTRT decide que separação de bens não impede indenização a viúva de homem morto no trabalho
Próximo artigoTempra, café e jornalismo