Suspeito de furtar calcinhas é preso com mais mil peças em casa

Mas 45 sutiãs também foram encontrados em sua casa. Ele ficou conhecido como o "Zé da Calcinha"

A polícia de Minas Gerais resolveu um caso bastante bizarro nessa semana. Um homem de 41 anos foi preso pela polícia militar acusado de furtar peças íntimas femininas. “Zé da calcinha”, como ficou conhecido, foi detido pelos agentes em sua casa na cidade de Turmalina.

Em sua residência foram encontradas mais de mil peças de calcinhas e 45 sutiãs. O suspeito é cometia o delito há alguns anos. Segundo a polícia, desde 2010, já são 11 boletins de ocorrência contra ele e esse número pode ser ainda maior, levando em conta que nem todas as vítimas optam por prestar queixa. O próprio “Zé da Calcinha” confessou que furtos acontecem com frequência em várias residências das região.

A polícia chegou até ele após um mandato de prisão ser expedido pela comarca de Capelinha, cidade vizinha. Ele foi denunciado por ter furtado um revólver de uma casa do distrito da Caçaratiba.

Em sua casa, porém, o revólver não foi encontrado. Em compensação, as calcinhas sim. Estavam todas espalhadas por diversos cantos da casa, incluindo debaixo do colchão. No momento da revista, o infame Zé da Calcinha também estava usando uma calcinha como roupa íntima.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS