Suspeito de atacar Porta dos Fundos passa a ser procurado pela Interpol

Atualmente, 98 brasileiros foragidos da Justiça estão na mesma situação

(Foto: Reprodução)

O principal suspeito de atacar a sede da produtora Porta dos Fundos na véspera de Natal agora é um procurado pela Interpol, a Organização Internacional de Polícia Criminal.

A Polícia Federal do Brasil oficializou o pediu apoio nesta terça-feira (7).

Eduardo Fauzi Richard Cerquise, viajou para a Rússia dias após o ataque. Ele teve prisão temporária decretada e é considerado foragido da Justiça brasileira. Caso seja encontrado, pode ser extraditado, pois Brasil e Rússia têm acordo de cooperação na área.

Além de Cerquise, outras quatro pessoas participaram do atentado. Eles lançaram bombas caseiras – popularmente conhecidas como coquetel molotov – contra a fachada do prédio que abriga a sede da produtora, no Rio de Janeiro.

A 10ª Delegacia de Polícia de Botafogo (RJ) já havia acionado as autoridades federais para  incluir Cerquise na lista da Interpol. Na prática, a emissão de um alerta internacional representa um mandado de prisão válido para todos os países.

Atualmente, 98 brasileiros foragidos da Justiça constam da relação pública da Interpol. São 81 homens e 17 mulheres.

O ataque

A DP de Botafogo ainda apura quem são os demais envolvidos no ataque à produtora Porta do Fundos.

“Monitoramos toda a chegada e a fuga dos veículos utilizados no cometimento do delito. No momento do ato, eles estavam encapuzados e não era possível, através da imagem, identificá-los”, explicou o delegado Marco Aurélio de Paula Ribeiro, no último dia 31.

Segundo ele, Cerquise foi identificado porque, num trecho da fuga, acabou tirando o capuz.

“Conseguimos monitorar todo o trajeto até [ele] entrar em um táxi e fugir. Todo esse trecho conseguimos identificar o rosto, a fisionomia, e conseguimos identificar o taxista que fez a corrida”.

Em um vídeo que divulgou quando já não estava mais no Brasil, Cerquise critica os humoristas do Porta dos Fundos, classificando-os como “intolerantes”.

Em sua fala, ele dá sinais de que o atentado foi motivado por um programa em que o grupo humorístico satiriza Jesus Cristo, sugerindo que este pode ter tido experiências homossexuais.

(Com informações da Agência Brasil)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCorteva apresentada inovações para o agronegócio no Dia de Campo C.Vale
Próximo artigoHomem rouba Iphone e depois liga para a vítima para pedir a senha do Icloud