Superação: Ex-viciado em drogas que morava nas ruas vira empreendedor milionário

Além de quase ter morrido de overdose, ele também sofreu uma tentativa de homicídio quando perambulava pelas ruas

O impossível para muitas pessoas se tornou possível para o ex-viciado em heroína Khalil Rafiti. O homem superou a dependência e conseguiu se tornar milionário.

Até 2003, a vida de Rafiti era um caos. Viciado em heroína, o homem morava nas ruas de Los Angeles, época em que chegou a pesar 48 quilos. Em entrevista ao  The New York Times, ele afirmou que traficou drogas por anos e quase morreu de overdose, além de ter sido alvo de uma tentativa de assassinato no período em que viveu na rua.

Enquanto viciado, ele passou um tempo na cadeia, mas quase foi morto por outros detentos. Só sobreviveu porque o transferiram para uma unidade menos violenta. Em 2003, depois de cumprir sua pena, foi solto e, conversando com um amigo se interessou por receitas de sucos saudáveis e comidas funcionais. Sozinho, começou a preparar suas receitas para pacientes num centro de reabilitação.

A fama das receitas de Rafiti se espalhou pela região e muitas pessoas começaram a frequentar o centro para provar as misturas do empreendedor. Na mesma época, ele também percebeu que os sucos estavam contribuindo para a recuperação da saúde dos pacientes e decidiu investir oficialmente na ideia.

Logo ele fundou a rede SunLife Organics, que acabou por salvar a vida de Rafiti. A rede de sucos naturais e orgânicos, que atualmente atende uma vasta quantidade de clientes, incluindo celebridades – é conhecida por suas misturas de bebidas saudáveis com nomes interessantes como “Elixir da Vida” e “A Felicidade”. O carro-chefe da marca é uma bebida feita com banana e tâmaras.

Depois que deu a volta por cima, Khalil Rafiti escreveu sua trajetória no livro “I forgot to die” (Eu Esqueci de Morrer, em tradução livre) onde ele dá detalhes de como chegou onde está. O investimento inicial na SunLife Organics foi de, aproximadamente, US$ 50 mil, que Rafiti conseguiu com a ajuda de um investidor.

A primeira loja surgiu com uma missão simples. “Queria curar e inspirar”, disse o empreendedor ao jornal britânico Daily Mail. Atualmente, a rede tem seis lojas espalhadas por diversas ruas de Los Angeles, as mesmas que ele perambulou por dias sem qualquer perspectiva na vida.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS