Sorriso recebe 1ª edição do Encontro Técnico de Milho

Evento realizado pela Fundação MT trouxe dados sobre a produção e os impactos da instalação das indústrias de etanol na região

Atendendo a pedidos da classe produtora, especialmente dos que produzem milho no estado de Mato Grosso, foi realizado pela Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária de Mato Grosso, Fundação MT, o I Encontro Técnico Milho. Foram dois dias de palestras técnicas, debates, interação e conhecimento envolvendo assuntos específicos da cultura do milho. Cerca de 200 pessoas, entre produtores rurais, engenheiros agrônomos e técnicos agrícolas participaram do evento que contou com palestrantes de renome nacional de importantes instituições de pesquisas e negócios do Brasil.

O município de Sorriso, localizado na região norte de Mato Grosso, foi o escolhido para sediar a primeira edição desse evento por representar 3% da produção de milho do Brasil, a maior produção do estado que juntamente com outros municípios, como Nova Mutum e Nova Ubiratã, dá a MT o título de maior produtor de milho do país, com 32% da produção total da safra 18/19.

“Mais uma vez a Fundação MT inova ao realizar um evento específico para tratar da cultura do milho, dentro do sistema de produção, ao atender anseios da classe produtora e técnica por informações focadas na produção de milho segunda safra dentro das condições de Mato Grosso e que possam ajudar nas tomadas de decisões. Mais uma vez a Fundação MT dá vida aos resultados e juntamente com seus convidados, apresenta posicionamentos quanto aos principais assuntos do milho. Esse foi o primeiro de muitos encontros técnicos, assim como os que já realizamos das culturas de soja e algodão”, afirmou Leandro Zancanaro, diretor técnico da Fundação MT.

Durante os dois dias do evento foram apresentados dados e informações sobre custo de produção, mercado do milho, impacto da instalação das usinas de etanol, ecofisiologia do milho, produtividade do milho, manejo e adubação dentro do sistema soja/milho, manejo de insetos, grãos ardidos, dentre outros assuntos específicos.

“As expectativas do evento foram atendidas. O público pediu por esse evento e compareceu em massa para ver, ouvir, dialogar, tirar dúvidas e debater com a equipe técnica do evento sobre gargalos e desafios da cultura do milho. Ao promover mais essa difusão de tecnologia, a Fundação MT mostra que continua lado a lado da classe produtora e acompanha as necessidades de todos que produzem alimento. Este evento foi o primeiro de muitos e vai continuar sendo realizado em Sorriso, afinal é um município que pertence à região que mais produz milho no Brasil”, avaliou Zancanaro.

O I Encontro Técnico de Milho da Fundação MT foi realizado na Cooperativa Agropecuária e Industrial Celeiro do Norte (Coacen) e contou com apoio de diversos patrocinadores e parceiros, dentre eles o Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária (Imea), ligado à Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), a FS Bionergia e a Coacen.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAcrismat e Indea finalizam levantamento sorológico sobre peste suína clássica
Próximo artigoÚltimo episódio de Watchmen ganha teaser misterioso

O LIVRE ADS