Sobe para 10 número de pessoas que podem ter sido intoxicadas por cerveja

Cervejaria foi interditada e está revendo todo seu processo de produção

(Foto: Reprodução)

Mais duas pessoas apresentaram sintomas de intoxicação semelhantes aos dos oito pacientes que podem ter ingerido cerveja contaminada em Minas Gerais.

Segundo a Secretaria de Saúde do Estado, chega a 10 o número de casos suspeitos. Uma pessoa morreu.

A doença misteriosa alarma a população desde o início da semana. A investigação dos órgãos responsáveis aponta, preliminarmente, para dois lotes da cerveja Belorizontina, produzida pela Backer, como possível causa.

A cerveja teria sido contaminado por uma substância tóxica chamada dietilenoglicol. O produto é usado em sistemas de refrigeração, devido a suas propriedades anticongelantes. Em nota, a Backer sustentou, entretanto, que não o utiliza em seu processo de fabricação e, por isso, não saberia explicar como ele foi parar em sua cerveja.

Exames realizados pelo Instituto de Criminalística da Polícia Civil mineira comprovaram a presença do dietilenoglicol em amostras da Belorizontina recolhidas nas casas de pacientes.

Embora o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) tenha decidido interditar a cervejaria Backer e apreender 16 mil litros de cervejas que estavam prestes a serem distribuídos para venda, o caso ainda está sob investigação.

Em nota divulgada no sábado (11), a Backer destaca que a interdição de sua fábrica não representa que a empresa tenha sido responsabilizada administrativa ou criminalmente pelo estado dos pacientes internados.

Sustentou ainda que, conforme programado e já anunciado, interrompeu suas atividades para vistoriar todos os seus processos de produção.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCorrida de Reis 2020: super-heróis tentam, mas vitória fica com quenianos
Próximo artigoCasal troca festa de casamento por mochilão por 21 países

O LIVRE ADS