Só sobrou Selma

Senadora por Mato Grosso ficou praticamente sozinha em reunião de CPI realizada nesta terça-feira

(Foto: Assessoria)

A senadora por Mato Grosso Selma Arruda (PLS) foi a única parlamentar presente desde o início, nesta terça-feira (14), na reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o rompimento da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais, em janeiro deste ano.

Uma das pautas do encontro desta terça era ouvir Marilene Christina Oliveira Lopes, funcionária do setor de gestão de riscos geotécnicos da VALE, mineradora responsável pela barragem.

A cena de Selma Arruda sentada sozinha no plenário da sala das comissões contrastou com a que até pouco tempo era comum: a sala lotada de senadores. A senadora só ganhou companhia minutos depois do início da reunião, com a chegada do senador, Jorge Kajuru (PSB-GO).

Selma Arruda comentou a ausência dos colegas dizendo se tratar de uma “falta de respeito”. “Afinal, 300 pessoas morreram”, ela lamentou.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorLei facilita cancelamento de assinatura de TV paga
Próximo artigoPor unanimidade, Sexta Turma do STJ decide soltar Temer e coronel Lima