Sintep acampa na AL 

80 servidores dormiram nas dependências da Assembleia

JLSiqueira/ALMT

Um total de 80 servidores da educação decidiram dormir na Assembleia Legislativa entre terça e quarta-feira (23 e 24). Trinta deles dormiram na galeria da Assembleia e 50 professores ficaram no jardim do Palácio Dante Martins de Oliveira, sede do parlamento estadual.

O protesto foi pacífico e os servidores contaram com o aval do presidente da ALMT, que fez uma única recomendação: não invadir o plenário, o que foi acatado pelos grevistas.

Desde a última semana os  professores decidiram radicalizar o movimento: primeiro seguiram o governador Mauro Mendes em Chapada dos Guimarães, depois se acorrentaram em frente ao gabinete do governador. Seguindo a agenda do chefe do Executivo, eles também manifestaram na inauguração da Santa Casa.

Os professores estão em greve há 59 dias. Cobram principalmente o aumento de 7,69% previsto na Lei complementar 510/2013.

Para a sessão desta quarta-feira (24) a AL reforçou a segurança e limitou os acessos ao plenário.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMulher acusa marido de chegar alterado e colocar fogo em casa
Próximo artigoAdolescente que matou policial é morto ao tentar novo roubo