Sinop Energia doa segunda usina de oxigênio para Mato Grosso

Hospital Regional Jorge de Abreu é o segundo contemplado com equipamento que auxilia no atendimento à população

A Sinop Energia acaba de entregar ao estado de Mato Grosso a segunda usina de oxigênio, viabilizada pelo programa matchfunding Salvando Vidas, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O Hospital Regional Jorge de Abreu, em Sinop, foi contemplado pelo projeto e passa a contar com o equipamento cuja capacidade de produção é de 10 metros cúbicos de oxigênio por hora, suficiente para atender 20 leitos, entre UTI e enfermaria, da unidade. No total, os investimentos somam R$ 2,6 milhões.

Por meio do recurso do projeto, a Sinop Energia também doou recentemente um aparelho de gasometria e um digitalizador de imagens de Raio-X para a Fundação hospitalar municipal de saúde de Itaúba e Hospital D. Nilza Pipino, do município de Cláudia, respectivamente. Os equipamentos integram o conjunto de doações da companhia ao município e contribuem com o desenvolvimento socioeconômico local.

O diretor-presidente da Sinop Energia, Ricardo Padilha, ressalta a importância da doação para a companhia. “A Sinop Energia está doando mais uma usina de oxigênio para apoiar a saúde pública. Agora, o Hospital Regional Jorge de Abreu tem um equipamento próprio que contribuirá tanto para os casos de pacientes com Covid-19, que felizmente estão reduzindo com o avanço da vacinação, quanto para as demais necessidades do hospital. A companhia espera que a usina possa ajudar a salvar a vida de muitas pessoas”, celebra Padilha sobre a chegada do segundo equipamento.

O programa matchfunding Salvando Vidas foi criado pelo BNDES para auxiliar hospitais no tratamento dos pacientes com Covid-19. No projeto, o banco dobra o valor doado pela empresa para realizações na área de saúde. A ação é coordenada pela SITAWI do Bem, organização social responsável pela gestão dos recursos financeiros e aquisição dos itens que compõem as usinas implementadas pelo projeto em todo país.

Oxigênio para hospitais

Em 15 de setembro deste ano, a Sinop Energia doou ao município de Sinop a primeira usina de oxigênio do projeto. A unidade está na UPA Anete Maria Mota Maria e fornece 20 metros cúbicos por hora, levando oxigênio para até 50 leitos da unidade de pronto atendimento, 25 unidades básicas e atendendo até 100 pacientes que fazem uso domiciliar de oxigênio. Além de auxiliar no tratamento da população, o equipamento contribuiu para a economia da unidade de saúde, que até maio de 2021, já havia direcionado R$ 431 mil para a compra de oxigênio, volume 117% maior que o total gasto no ano anterior.

Sobre a Sinop Energia

A Sinop Energia é responsável pela construção e operação da Usina Hidrelétrica (UHE) Sinop. A empresa é uma sociedade de propósito específico formada pelos acionistas EDF Norte Fluminense (51%), Eletronorte (24,5%) e Chesf (24,5%). Com capacidade instalada de 401,88 MW e localizado no rio Teles Pires, o empreendimento gera energia limpa e renovável para metade do estado de Mato Grosso.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTrotes: pessoa liga mais de 200 vezes para batalhão da PM e atrapalha serviço policial
Próximo artigoCuiabá será sede do maior evento de boxe do país