Sindicato faz “memorial” em Cuiabá pelos enfermeiros mortos pela covid-19

Brasil já soma 98 mortes de profissionais. Em Mato Grosso 74 foram infectados e um já faleceu

(Foto: Reprodução)

Quem passou pela Avenida Prainha, no centro de Cuiabá, nesta terça-feira (12), encontrou o canteiro central – nas proximidades do Morro da Luz – repleto de cruzes. Trata-se de memorial erguido pelo Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde de Mato Grosso (Sisma-MT) pelos enfermeiros que já morreram no país enfrentando a covid-19.

De acordo com dados do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), na última quarta-feira (7), o Brasil já totalizava 98 mortes de profissionais desse setor. Um número que ultrapassava, por exemplo, a marca atingida pelos Estados Unidos (91).

Em todo o mundo, mais de 260 profissionais de enfermagem já morreram, de acordo com o International Council of Nurses, e 90 mil estão infectados com o novo coronavírus.

Em Mato Grosso, até o início do mês, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) monitorava o quadro de saúde de 74 profissionais do setor. Todos infectados.

No dia 2 de maio, um deles faleceu: o enfermeiro Athaíde Celestino da Silva, que passou mais de um mês internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Ele foi a 12ª vítima do coronavírus no Estado. Hoje, Mato Grosso já somou 19 mortes.

Athaíde era enfermeiro no Hospital Psiquiátrico Adauto Botelho, onde outros profissionais – e até pacientes – também foram infectados. Além dele, uma enfermeira da unidade precisou ser internada em UTI. O quadro dela segue estável, porém grave, passados quase 40 dias.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMT confirma 26 casos de covid-19 em um dia e número sobe para 545
Próximo artigoHomem é preso por espalhar fake news sobre covid-19 em Mato Grosso