Silval oferece imóveis para honrar dívida de R$ 23,4 mi com o Judiciário

Ex-governador deveria fazer pagamento em cinco parcelas de R$ 4,6 milhões, que começaram a vencer em março de 2018

Ex-governador Silval Barbosa (Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O ex-governador Silval Barbosa ofereceu à Justiça de Mato Grosso três imóveis em troca de R$ 23,4 milhões em dinheiro. O valor deve honrar o acordo de colaboração premiada firmado com o Judiciário.

O bem mais valioso é uma fazenda, localizada em Sinop (477 km ao Norte de Cuiabá). A estimativa é possa ser vendida por R$ 18,7 milhões.

Em seguida, foi disponibilizado um imóvel no bairro Parque Ohara, em Cuiabá, avaliado em R$ 2,7 milhões e um lote no bairro Jardim das Palmeiras, avaliado em R$ 677 mil.

Caberá ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli decidir se aceita ou não a proposta de alteração na forma de pagamento.

No total, Silval se comprometeu a devolver R$ 70 milhões aos cofres de Mato Grosso.

Deste valor, R$ 46,8 milhões foram quitados por meio de dação de imóveis. O valor restante, de R$ 23,4 milhões, deveria ser pago em dinheiro, por meio de cinco parcelas de R$ 4,6 milhões. Elas começaram a vencer em março de 2018 e seguem até 2022. Até o momento, no entanto, nenhuma foi paga.

Silval Barbosa foi o primeiro ex-governador do país a firmar um termo de colaboração premiada, ou seja, quando um acusado de crime se compromete a auxiliar o Poder Judiciário, confessando suas práticas e entregando provas contra outros. Tudo isso em troca de redução ou até mesmo extinção da pena.

A colaboração premiada foi firmada com a Procuradoria Geral da República (PGR) por conta do foro por prerrogativa de função das autoridades citadas pelo ex-governador no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e Supremo Tribunal Federal (STF).

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMunicípios de MT já receberam R$ 1,2 bilhão de auxílio federal
Próximo artigoConselheiro do TCE pede prescrição para se livrar de bloqueio de R$ 49 milhões