Showrunners de Lucifer comentam final da série e inspiração em Avatar: A Lenda de Aang

Todas as temporadas de Lucifer estão disponíveis na Netflix. 

Após anos em exibição, se cancelada e depois ser ressuscitada pela Netflix, Lucifer finalmente chegou ao final em sua sexta temporada recém-lançada na plataforma.

Agora, com a série já concluída, os showrunners Joe Henderson e Ildy Modrovich comentaram o que foi alterado no final para concluir a jornada de diversos personagens tão queridos pelos fãs.

Atenção aos spoilers adiante

O final já estava lá – essa ideia de que a Chloe (Lauren German) tem um chamado na Terra e o Lúcifer (Tom Ellis) tem um chamado no inferno e que eles precisavam se separar um pouco antes de poderem ficar juntos de novo”, afirmou Henderson, acrescentando que essa “prorrogação” de Lucifer permitiu que a equipe explorasse melhor as razões da detetive para continuar entre os mortais. “Isso vende a ideia de que essas duas pessoas serão sempre parceiras, mas, às vezes, parte dessa parceria é entender que o outro tem algo importante a fazer e você precisa apoiá-lo, porque mesmo sendo difícil, é importante”, afirmaram ao Collider.

Segundo Modrovich, a quinta temporada também mostraria Lúcifer desistindo de comandar o Paraíso para se tornar um terapeuta no Inferno. “Ele sabe o que é se odiar e sentir que não merece [perdão] e isso foi seu superpoder. Têm pessoas [no Inferno] que são…você sabe! Mas lá existem os Dans do mundo, que se impõe uma culpa que não deveriam”.

Outro fato inusitado foi que o elogiado oitavo episódio da última temporada foi inspirado diretamente na animação Avatar: A Lenda de Aang.

Todos os personagens principais vão a uma peça e veem versões dramatizadas deles mesmos no palco. E você vê todas essas piadas internas sobre como as outras pessoas percebem [a história dos protagonistas]. Eu e Jen Imada [editora] ficamos particularmente obcecados com isso”, contou o showrunner. Eles afirmaram que o episódio se trata de uma carta de amor à obra e aos fãs.

Todas as temporadas de Lucifer estão disponíveis na Netflix.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCPI da Renúncia Fiscal adia votação para convocar empresário Antônio Galvan
Próximo artigoArarath na CPI da Covid