Show Cativa Caatinga terá oficina, sorteios e exposições no Espaço Mosaico no sábado

Espetáculo da cantora e compositora Laura Paschoalick contará com participações especiais a partir das 20h

O espetáculo musical da cantora e compositora Laura Paschoalick chega ainda mais completo ao Espaço Mosaico neste sábado (20), em uma noite repleta de participações especiais. O show “Cativa Caatinga” será acompanhado de ambiente temático, exposição fotográfica, sorteios e stands de parceiros e até oficina de dança circular, programação que encerra com bate-papo descontraído e troca de experiências.

Na ocasião, o Espaço Mosaico abre as portas às 19h30 e o show tem início às 22h. Os ingressos já estão à venda no local, ou pelo (65) 99284-7992, pelos valores de R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada); para participar do show e da oficina, custa R$ 25 e R$ 15 (meia entrada).

O espetáculo Cativa Caatinga é o primeiro projeto autoral de Laura Paschoalick em circulação com canções inéditas que possibilitam uma imersão na música popular – trabalho que soa como um depoimento cultural de raízes. Suas músicas trazem sons da natureza envolvidos em batuques compostos pelo mestre percussionista Josué Carvalho, unindo uma poética sonora de barro e cordas.

Nascida em Marília (SP), Laura residente em Cuiabá há quatro anos e aposta na fusão das tradições do Norte e Nordeste brasileiro com ritmos africanos, latinos e ciganos, proporcionando um intercâmbio de culturas.

Neste sábado (20), ela conta com as maquiadoras Laís Atran e Laís Maia Queiroz, a atriz e bailarina Jaqueline Roque e a iniciativa audiovisual “Sem nome, sem arte, sem conteúdo”.“Estamos preparando tudo com muito carinho para receber a todos nessa noite que será linda, com muita música, dança, exposições e infinitas trocas”, afirmou a anfitriã, Laura Paschoalick.

Participações especiais

Maquiadora para todas as ocasiões, Laís Maia Make Up irá compartilhar dicas e sortear uma make casual durante o evento deste sábado (20). Já Lais Altran faz maquiagem artística, penteados temáticos, revenda Kamaleão Kolor e também sorteia dois penteados (pin-up e vikings) em seu stand.

Os parceiros da “Sem Nome, Sem Arte, Sem Conteúdo” também terão um stand durante a programação para expor seus trabalhos em audiovisual e imagens:

“Quebramos histórias em roteiro, decupamos e aplicamos a linguagem adequada a câmeras e equipamentos que melhor adeque sua necessidade. Trabalhamos com artistas parceiros das mais diversas áreas que a criatividade abrange, do digital ao material e usamos a linguagem do cinema para enriquecer seu conteúdo e gerar impacto”.

Oficina

A oficina “Corpos circulares – a potencialidade energética das danças populares” é restrita a 40 vagas e aberta a qualquer pessoa interessada, basta levar uma roupa confortável para realizar atividade física ou saia rodada. A atividade será realizada pontualmente às 20h, com duração de uma hora, ministrada por Jaqueline Roque.

Jaqueline é bailarina, atriz, diretora do grupo Teatro Imagem e pesquisadora das danças circulares populares. Em 2016, a artista inicia um trabalho de pesquisa voltado para bailarinos e atores no campo da performance ritual, explorando a potencialidade enérgica das danças populares e o estímulo físico intuitivo dessas no corpo do ator/bailarino.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSenado pode votar esta semana modernização da duplicata eletrônica
Próximo artigoAlgodão: MT terá rodada de mobilização do programa Standard Brasil HVI