Setor do turismo volta a apresentar bons resultados em julho

Recuperação ainda não ocorre na velocidade que os empresários gostariam, mas a expectativa do fim da pandemia é animadora

Freepik

As previsões que indicavam uma melhora apartir do segundo semestre pareciam estarem certas. O forte impacto da pandemia da covid-19 no Turismo vem perdendo força. Na pesquisa mensal de serviços do IBGE, as atividades turísticas apresentaram a terceira taxa positiva mensal em julho, acumulando ganho de 42,2%.

No entanto, para recuperar o que foi perdido durante o auge da pandemia, é preciso crescer ainda 32,7%. Os números divulgados pelo IBGE, todavia, apontam para uma recuperação mais lenta do que isso. O setor deve crescer mais 13,1% ao longo de 2021.

Memso assim, com a flexibilização das medidas restritivas, as atividades hoteleiras, de transporte aéreo, restaurantes, rodoviário coletivo de passageiros, locação de automóveis e serviços de bufê já apresentaram avanços consecutivos na pesquisa.

LEIA TAMBÉM

Já com relação à receita, os destaques de ganhos se dão nas áreas de transporte aéreo, hotéis, restaurantes e locação de automóveis. Presidente do Cetur-MT, Alcimar Moretti, explica que a recuperação já era esperada, na medida que que os índices da covid-19 diminuíssem.

“Os pontos turísticos de Mato Grosso já estão sendo reativados, o que significa que há muito potencial para que os indicadores voltem a crescer, em especial para o turismo de evento e negócios, o que está previsto para ocorrer em 2022, com a reabertura total das atividades”, enfatizou.

Planejando o futuro

Visando atingir esse resultado, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) lançou o projeto “Vai Turismo – Rumo ao Futuro’” que visa recomendar políticas públicas de fortalecimento do setor.

Em Mato Grosso, o Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade da Fecomércio-MT (Cetur-MT) tem participado de reuniões, como a que foi realizada nesta quinta-feira (16), e que contou com a participação da presidente do Sindieventos-MT, Alcimar Moretti, e do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do estado (SHRBS-MT), Luis Carlos Nigro, além de entidades do trade turístico do estado.

Os encontros visam conectar o poder público com a iniciativa privada na oferta de políticas que estimulem o desenvolvimento sustentável do turismo nacional, atendendo as necessidades e peculiaridades das diversas regiões do país.

Após os trabalhos, que acontecem em todos os Estados, serão apresentadas propostas de políticas públicas para os candidatos do Poder Executivo nas eleições estaduais e federal de 2022.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMercado da carne bovina em MT está em compasso de espera
Próximo artigo“Lá teremos verdades”, diz Bolsonaro sobre próximo discurso na ONU