Setor de eventos pede socorro

Mais de 30 mil pessoas atuam no segmento em Mato Grosso

(Foto: Fablício Rodrigues / ALMT)

Empresários do setor de eventos pediram ao presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado Eduardo Botelho (DEM), que haja uma desburocratização das linhas de crédito para o segmento.

A reunião ocorreu na tarde desta terça-feira (12).

O recurso, segundo os empresários, serviria para a manutenção de empregos e o pagamento de despesas. Há mais de 60 dias que o setor está paralisado em razão da pandemia de coronavírus e não há previsão de retorno.

De acordo com Nilmo Garcia, presidente da Associação Mato-grossense de Produtores de Eventos, mais de 30 mil pessoas trabalham direta ou indiretamente no setor e, caso nada seja feito, muitas empresas vão encerrar as atividades.

Durante a reunião, Botelho afirmou que é necessário encontrar uma solução, mas não apresentou nenhuma resposta positiva se o pedido será atendido de imediato.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAtividade essencial? Há dois meses fechadas, algumas academias em MT não voltarão a abrir
Próximo artigoÉ fake news