SES avalia encurtar esquema de vacinação para 70 dias contra variante Delta

Secretário Gilberto Figueiredo diz que pesquisas indicam que mudança no calendário não prejudica eficácia do imunizante

(Foto: Reprodução/Divulgação)

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) estuda antecipar em 20 dias a aplicação da segunda dose de vacinas contra a covid-19 como medida para aumentar a imunização contra a variante Delta do novo coronavírus. 

O esquema da vacinação seria concluído em 70 dias, para as pessoas que receberem na primeira dose a AstraZeneca ou a Pfizer. A CoronaVac tem prazo de até 28 dias entre uma dose e outra. 

Segundo o secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, as pesquisas sobre a atuação desses imunizantes no organismo humano indicam que não haveria redução de eficácia. Ainda evitaria a perda de vacina com prazo de validade próximo a expirar. 

“Dentro deste prazo [70 dias], não perdemos a eficácia da vacina e podemos agilizar o processo. Temos muitas vacinas com data de vencimento que podem ficar próximos”, afirmou. 

A avaliação da SES deverá passar pelo Conselho Intergestores Bipartite (CIB), responsável pela chancela ao Plano Estadual de Imunização (PEI). A aprovação do conselho endossaria a participação dos municípios, que aplicam as vacinas. 

Calendário modificado 

O intervalo entre as doses já reduzido em cidades de ao menos sete Estados. A modificação do calendário passou a vigorar mesmo sem um sinal positivo do Ministério da Saúde. 

Segundo as secretarias de saúde, o prazo menor passou a valer como uma medida para aumentar a proteção contra a variante delta. A cepa foi identificada na Índica em outubro do ano passado. 

Dados preliminares apontam que essa variante é mais transmissível, gera maior risco de hospitalização e de reinfecção e provoca sintomas diferentes, com mais dor de cabeça e menos tosse, por exemplo. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPolícia interrompe festa de um dos líderes de uma facção criminosa
Próximo artigoMDB convita Pivetta e não descarta romper com Mauro Mendes