SES emite alerta aos 141 municípios sobre risco de hepatite aguda

Apesar do alerta, MT ainda não tem registros de casos da doença

(Foto: Cottonbro / Pexels)

Apesar de não ter nenhum registros de casos da hepatite aguda em Mato Grosso, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) emitiu um comunicado de risco a todos os municípios. No Brasil, já são 73 notificações da doença.

A Pasta lembra que a notificação dos casos é compulsória, ou seja, obrigatória. O professor da Universidade de Cuiabá, o infectologista Tiago Rodrigues, reforçou que a orientação às pessoas é procurar uma unidade de atendimento assim que os primeiros sintomas aparecerem, com dor abdominal, náuseas, vômito, diarreia.

Esses sintomas, esclarece o médico, em entrevista ao jornal A Gazeta, desta sexta-feira (27), podem evoluir para o quadro de hepatite, que a inflamação do fígado, com olhos e pele amarelados, urina escura e fezes claras.

A recomendação para evitar o contágio com a doença, relembra a Sociedade Brasileira de Pediatria, é o cuidado básico já adotado, como a atenção à higienização, além de manter a carteira vacinal atualizada.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorWillow ganha data de estreia em novo teaser; confira
Próximo artigoPlanos de saúde podem ter reajuste de até 15,5%