|Quarta-feira, 14 novembro 2018
( Edu Andrade/Ascom/Ministério do Trabalho/Direitos Reservados)

Servidores dão abraço simbólico no prédio do Ministério do Trabalho

Manifestação é reação coletiva a anúncio de extinção da pasta

COMPARTILHECOMPARTILHE

Servidores do Ministério do Trabalho fizeram hoje (8) um abraço simbólico ao redor do edifício principal na Esplanada dos Ministérios. Foi uma reação coletiva ao anúncio do presidente eleito, Jair Bolsonaro, de extinguir a pasta e desmembrá-la em pelo menos três áreas – Educação, Economia e uma terceira a ser definida.

O setor de Recursos Humanos do Ministério do Trabalho informou que cerca de 600 funcionários participaram do abraço coletivo no esforço de mostrar para a sociedade a relevância da pasta. A manifestação durou pouco mais de meia hora, mas houve tempo o suficiente para ocupar algumas pistas do Eixo Monumental, via localizada na área central de Brasília, e provocar lentidão no trânsito. Em seguida, as pistas foram liberadas.

O auditor fiscal do trabalho Antônio Alves Mendonça Júnior, funcionário do Ministério do Trabalho, ressaltou que a pasta tem funções específicas e que extingui-la pode levar a um desequilíbrio nas atividades desempenhadas hoje.

“O ministério é a casa da fiscalização do trabalho, instrumento pelo qual se combate o trabalho infantil e se garante a saúde e a segurança do trabalhador. O órgão é essencial para equilibrar essa balança, que é desequilibrada por natureza. O Ministério do Trabalho é fundamental para garantir os direitos dos trabalhadores.”

A servidora Maria Aparecida Fernandes Araújo também fez questão de participar do ato. “O Ministério não tem que ser extinto, mas, sim, crescer com o país”, disse a funcionária pública, que há 24 anos está no Ministério do Trabalho. No ministério há 40 anos, a servidora Maria das Graças de Sousa disse que testemunhou “o desenvolvimento econômico e social do país”.

 

Deixe um comentário

Please enter your name here
Please enter your comment!

DESTAQUES

Bairro Cuiabá História Municípios Policia
Bombeiros fazem simulação de resgate em veículo submerso na ponte Mário Andreazza
Prefeitura aposta em embelezamento urbano para fomentar o comércio e o turismo
Comércio e bancos não vão emendar o feriadão; veja o que abre e o que fecha
Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
Zeca Viana acusa deputados de receberem propina para acabar com as CPIs sobre sonegação
Promotora de Justiça diz que defensor não é homem e pode ser afastada do cargo
Botelho arquiva pedido de afastamento do governador Pedro Taques
Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
Zeca Viana acusa deputados de receberem propina para acabar com as CPIs sobre sonegação
Leilão Nelore Água Fria em Marabá oferta 100 touros PO e 5 mil bezerros
Tereza Cristina tem encontro com Bolsonaro e almoço com deputados
Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
Japonês paga R$ 65 mil por cerimônia de casamento com um holograma
Festival de cinema traz a Cuiabá sete clássicos do terror japonês em novembro
Papai Noel Pantaneiro chega ao 3 Américas neste domingo em “parada natalina”
Corrupção Economia Eleições Estados Política
Lula presta depoimento em Curitiba no processo do sítio de Atibaia
Bolsonaro se reúne hoje com Maia, embaixadores e governadores
Em reunião com Bolsonaro, Mauro Mendes planeja pedir mais recursos para MT
Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
Últimos dias para inscrição em concurso com salário de até R$ 18 mil; veja oportunidades
Concurso público: MT tem mais de duas mil vagas; salários chegam a R$ 18 mil
Termina neste domingo inscrição para concurso da Prefeitura; salários chegam a R$ 5 mil
X