Servidora da prefeitura de Cuiabá é espancada pelo marido: “se gritar, vou te matar”

Ele a agrediu com socos, chutes e estrangulamentos enquanto, por ciúmes, tentava impedi-la de sair de casa

Uma mulher de 33 anos, servidora da Prefeitura de Cuiabá, foi espancada pelo marido nessa quinta-feira (6) quando, por ciúmes, ele tentava impedi-la de sair para trabalhar.

O caso aconteceu no Bairro Brasil 21, em Cuiabá. Conforme o boletim de ocorrência, por volta das 7h30, o companheiro da vítima, sob ameaças começou a tentar impedi-la de sair de casa.

Segundo a vítima, ela foi agredida com socos, chutes e estrangulamento. Depois, ele a jogou no chão e voltou a chutá-la.

Durante as agressões, ele ainda teria ameaçado a mulher de morte com frases como: “Se você gritar eu vou te matar” e “se chamar a polícia eu vou te matar”, consta no boletim de ocorrência.

Assim que conseguiu, ela fugiu, abrigou-se na casa de uma vizinha e acionou a Polícia Militar. Ela foi encontrada na casa da vizinha, deitada, reclamando de dores do corpo e com escoriações aparentes no pescoço e nas costas.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e encaminhou a mulher ao Pronto-Socorro de Cuiabá, onde ela ficou sob cuidados médicos.

Antes, porém, ela contou à polícia como tudo aconteceu e disse que o suspeito deveria estar usando tornozeleira eletrônica, mas a retirou em outubro de 2018, o que foi confirmado pelos policiais via Ciosp.

O suspeito foi detido ainda em casa e encaminhado para a Central de Flagrantes de Cuiabá, onde o caso foi registrado como lesão corporal, ameaça e desobediência a decisão judicial sobre perda ou suspensão de direito – por ter retirado a tornozeleira.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGostou? Adam Sandler é favorito ao Oscar de Melhor Ator
Próximo artigoDeputado requer informações sobre procedimentos do Glifosato

O LIVRE ADS